Dra. Iana Rodrigues
(21) 3242-5005 / (21) 3796-0127

Tatuagens de henna são populares no verão por serem temporárias e consideradas sem riscos.

Mas… será mesmo sem risco?

Essas tatuagens são formadas a partir da henna, que é um pigmento obtido da planta Lawsonia inermis. A henna é um pó verde que, quando dissolvido apresenta uma coloração castanho-avermelhada – a esse preparo chama-se “henna vermelha”. É usada para tingir cabelo, unha e pele há milhares de anos como parte de hábitos religiosos ou culturais. A vantagem dessa tintura é que desaparece após alguns banhos.

A alergia à henna pura, sem aditivos químicos realmente é rara.

O problema é que para estabilizar, escurecer e fixar mais rapidamente a tatuagem à pele com desenhos mais definidos vem sendo adicionado diferentes compostos como óleos essenciais, carvão, café, casca de noz, vinagre, sumo de limão, beterraba e a parafenilenodiamina – este último é o mais encontrado.

A essa mistura forma-se a “henna negra”.

A parafenilenodiamina realmente permite uma secagem mais rápida da tinta à pele, mas pode ser responsável por muitos casos de dermatite de contato alérgica.

A capacidade dessa substancia fazer reação alérgica depende do tempo de exposição e da concentração dessa substancia no preparo – geralmente ambos são elevados na prática da tatuagem temporária.

Só pra se ter uma ideia a parafenilenodiamina é usado na tintura de cabelo na concentração de 6% (limite permitido por lei). Nessas tatuagens temporárias, a concentração pode chegar a 30%! (não existe uma legislação para esse procedimento)

## Dermatite de contato alérgica

Essa dermatite não surge imediatamente após aplicação da tatuagem, em geral após 4-14 dias. No entanto se a pessoa já foi sensibilizada, isso é, já teve contato com essa substancia (mesmo sem ter reação alérgica), pode surgir com horas a poucos dias da aplicação.

Inicialmente apresenta uma coceira e vermelhidão no local. Seguindo com inchaço e vesículas bem delimitadas à região da tatuagem. Com o tempo as lesões ficam secas e descamativas.
Infelizmente pode evoluir deixando cicatrizes ou manchas permanentes na pele.

Atenção!!

Tudo tem seu tempo…a pele da criança é sensível.

Se você já sabe que tem alergia a tintura de cabelo, evite complicações, não faça tatuagem!

Caso note sinais de coceira ou vermelhidão no local da tatuagem, procure imediatamente o seu alergista.

Posts Recentes

  • Tatuagem de Henna tem risco?
  • Palavras-chave no rótulo na Alergia a proteina do Leite de Vaca
  • Verdades na Asma